Igreja Batista de Passa e Fica

Igreja Batista de Passa e Fica

domingo, 28 de junho de 2009

Vítimas Batistas

Batistas são vítimas de difamação em rede estatal




Culto numa Igreja Ortodoxa, Rússia

RÚSSIA (*) - Batistas de diferentes partes da Rússia têm sido perturbados pelo Estado nos últimos meses. Esses aborrecimentos incluem interrogatório feito pelo serviço de segurança russo (FSB), difamação na rede de televisão estatal, advertências contra templos e multas para pregação em público.

Todas as congregações em questão pertencem ao Conselho de Igrejas Batistas, cujas comunidades não se registraram junto às autoridades estatais. A princípio, elas se recusam a se registrar em qualquer país pós-soviético.

Num dos casos, dois oficiais do FSB na região de Kurgan questionaram separadamente dois membros da igreja de Yurgamysh durante 4 horas sobre assuntos internos da igreja.

A congregação dessa igreja, composta de 18 adultos e de 50 crianças, está alarmada com a intromissão do Estado. Dois oficiais do serviço de segurança do município de Kurgan – como eles se identificaram – questionaram separadamente os membros Marina Kondakova e Galina Smetanina durante 4 horas sobre assuntos internos da igreja em 29 de julho. Ainda à noite, os oficiais do FBS assistiram ao culto na igreja (uma casa privada), tendo ali colocado suas bolsas em cima de um dos bancos. “Como resultado disso, o culto foi filmado secretamente”, conta um membro.

Posteriormente, a TV estatal da região levou ao ar um programa sobre a igreja intitulado “Notícias criminais”. Retransmitido por mais de três dias de agosto no canal de televisão estatal da região, o programa retratou a igreja de Yurgamysh “de uma forma completamente distorcida”.

De acordo com os batistas, uma diretora local falou de forma desonrosa a respeito de como as crianças batistas eram “retardadas, oprimidas, vestiam-se de um jeito diferentedos o utros alunos e repetiam o ano com freqüência”. Uma senhora idosa estava aos prantos, lamentando que seus filhos “tinham acabado numa terrível seita batista. Eles batem nos seus filhos e quando eu tento intervir, batem em mim!”.

O pastor de uma igreja protestante registrada insinuou que os batistas de Yurgamysh “distorcem a Bíblia e se recusam a seguir a lei que determina o registro das igrejas”. Entre uma declaração e outra, trechos do culto filmado secretamente eram exibidos, enquanto um narrador reclamava que em vez de trabalhar, os membros da igreja viviam de negócio ilegal. “Até quando isso vai continuar?”, finalizou o programa, “Alguma coisa deve ser feita!”.

O responsável pelos assuntos religiosos de Kurgan, Vladimir Ufimtsev, insistiu em que não foi feita nenhuma gravação secreta do culto dos batistas. “Havia apenas uma imagem de uma conversa com o líder da congregação; provavelmente sem a autorização prévia dele, mas não era secreta”, diz ele.

O parlamento da região está prestes a considerar as propostas “de proteger os cidadãos do assédio de seitas religiosas” em reunião no dia 30 de setembro. As propostas incluem a notificação compulsória de um grupo religioso não-registrado e o registro obrigatório para comunidades


Tradução: Helena Maria Silva

* Este país não se enquadra entre os 50 mais intolerantes ao cristianismo.

Fonte: Forum18 News Service (em inglês)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Faça Seu Pedido de Oração

IB Videos

Loading...
Ocorreu um erro neste gadget

Top Comentários

Widget by Blogger Widgets
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...